top of page
Buscar
  • Foto do escritorAndrea Barros Viagens Exclusivas

Viajando com o seu pet



Viajar com o seu pet pode ser muito gostoso, mas você já parou para pensar quais são as necessidades dele durante uma viagem? Eu confesso que fico com receio de levar os meus dois cachorros além do meu apartamento na praia. Eu acho que eles não se sentiriam à vontade viajando de avião, até porque os dois são da raça shitzu e tem o focinho achatado o que acaba dificultando a respiração.


Entre as minhas andanças mundo afora eles geralmente ficam com a minha mãe ou com uma amiga que cuida de cachorros. Mas se você é o tipo de pessoa que não larga mesmo o seu pet eu te dou algumas dicas na hora de viajar com o seu pet.


Seja de ônibus, carro ou avião é preciso fazer um check up no animal. Leve a o veterinário e diga a viagem que deseja fazer com o bichinho. O veterinário é a única pessoa apta a lhe dar dicas de saúde sobre o seu animal.


Viajar de carro é tranquilo porque requer apenas que você tenha em mãos a carteira de vacinação atualizada e é sempre bom ter um atestado de saúde do animal. É importante verificar junto ao seu hotel, pousada ou local de hospedagem se é permitida a entrada de animais. Mantenha o animal sempre preso no carro para que ele não sofra uma queda no caso de uma freada brusca ou algum acidente.


Se a viagem for de avião é preciso reunir a documentação necessária e pedida pela companhia aérea. Para voos domésticos a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) exige a apresentação da carteira de vacinação atualizada com uma serie de comprovação de vacinas, além de um atestado de saúde com assinatura do veterinário. Lembro que é preciso reservar com antecedência junto à companhia aérea o transporte do animal. Como cada empresa tem uma regra diferente o ideal é você entrar em contato com a empresa responsável pelo seu voo. É a companhia que irá te falar o valor e como deve ser a caixa de transporte do pet.


Para voos internacionais é preciso ter uma documentação emitida pelas autoridades veterinárias do país de origem e que seja aceito pelo país de destino, que ateste as condições e o histórico de saúde do animal. Cada país tem um pedido diferente, então é preciso entrar em contato com a embaixada do país e verificar o que é preciso. Reserva de voo e transporte são os mesmos procedimentos dos voos domésticos.


Embora seja permitido, a viagem de ônibus com animais não é comum. De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), o transporte de animais de pequeno (cães e gatos de até 8 quilos) porte é permitido em ônibus. O animal deve viajar dentro de caixa de transporte e junto ao dono. Deve-se apresentar a carteira de vacinação atualizada e um atestado do veterinário.


Tudo vai depender do conforto do seu animal. Se você acha que vale a pena viajar com ele vá em frente, mas eu, pessoalmente, acho que seria ruim porque eu me preocuparia o tempo todo com o bichinho. É uma decisão muito pessoal e requer cuidado e análise sobre a o destino, a hospedagem, o transporte, etc.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page