top of page
Buscar
  • Foto do escritorAndrea Barros Viagens Exclusivas

A Polícia Federal me parou!


Um dos maiores temores dos viajantes é ser parado quando chega em um novo destino. Se você ainda não passou por isso prepare-se!


Um dos maiores medos de todo viajante é ser parado pela Polícia Federal do destino. Isso acaba sendo inevitável em algum momento e você, se ainda não parou, vai parar na tal salinha qualquer hora. Eu mesma tive diversas experiências a esse respeito e conto para vocês abaixo:


Aos 16 anos eu fiz minha primeira viagem sozinha (sem os meus pais) pela escola. Fomos para Bath, na Inglaterra, onde fiquei por 40 dias. Lembro-me de ter comprado uma porção de tubos de tintas, pois minha mãe gosta de pintar telas e eu tinha um monte de tinta à óleo na mala de mão. O raio-X detectou algo estranho na mochila e me fizeram abrir tudo. Quando viram os tubos de tinta abriram um a um e apertaram para ver o que tinha dentro. Enquanto eu via a tinta molhar o pedaço de papel em frente ao policial eu só pensava que o presente havia sido aberto. Enfim ele me deixou passar convicto de que era apenas tinta de pintura.


Uma outra ocasião foi quando eu ia para a Bélgica visitar uma amiga. A conexão foi feita no enorme aeroporto de Frankfurt. Saí do avião e comecei a andar naqueles corredores intermináveis... Até que um alemão moreno e alto, olhos azuis e jaqueta de couro preta me abordou e começou a falar alemão. Pedi que falasse em inglês – embora eu saiba alemão existem situações que é melhor esclarecer tudo em uma língua que você se sente segura -, então ele começou o questionário e pediu que eu o acompanhasse. Entramos em uma sala pequena e apertada onde havia uma mulher esperando. Ela me revistou da cabeça aos pés e continuaram as perguntas. Satisfeitos com minhas respostas me deixaram ir, mas acredito que minha calma na situação ajudou muito.


Em situações assim é muito importante manter a calma, ou ao menos tentar fazer isso. Quanto mais nervosismo a pessoa demonstra pior é. A gente sempre deve pensar que está em um país diferente e que tem que seguir as regras do lugar. Humildade nessa hora é a melhor opção.


Fui parada na China, no Japão, no Equador... Enfim, em diversos lugares e sempre mantenho a calma simplesmente porque “quem não deve não teme”. Houve uma outra situação que poderia parecer constrangedora, mas aos meus olhos não foi. Eu estava em St. John’s no Canadá passando pelo raio-X e apitou alguma coisa. O policial pediu para eu parar, tirou um cotonete de uma caixa, passou um produto nele e me perguntou se eu preferia fazer aquilo em uma sala privada. Eu disse que não que estava tranquila com a situação. Ele passou o cotonete em toda a minha roupa e cabelo e fez o teste. Se desse azul eu havia tido contato com drogas. É claro que não deu nada, mas qualquer outra pessoa poderia se sentir constrangida com a situação.


Por isso, sempre que você for passar por um raio-X ou polícia federal de outro país fique calmo e mostre tranquilidade. Responda às perguntas sem questionar e, se preciso, mostre toda a documentação que comprove que você está a passeio ou a trabalho. Lembre-se sempre que ele é a autoridade local e pode te prender por qualquer motivo. Se estiver em algum país da Ásia pior ainda porque a língua muitas vezes atrapalha. Então cuidado e humildade sempre.


E você? Já passou por alguma situação constrangedora ou em que você ficou com medo? Conta para a gente nos comentários.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page